MITO OU VERDADE: incêndios causados por fonte de alimentação

É verdade! Já foi comprovado que vários acidentes ocorreram por uso de fontes de alimentação sem as proteções essenciais para proteger o usuário. Portanto, por este motivo, a escolha dos produtos para compor uma instalação de CFTV é de extrema importância. É essencial que se use um produto com qualidade para garantir total segurança.

Na grande maioria dos casos de incêndios ocasionados por fontes ou carregadores de alimentação, a perda material é certa, pois as chamas afetam não só o equipamento, como tudo que está ao seu redor.

No post anterior, demos as dicas de como escolher um produto de qualidade. Dê uma conferida no link: http://www.mcm.ind.br/pt-br/a-aquisicao-de-produtos-sem-qualidade-causa-serios-prejuizos/. Escolher um produto com proteções para garantir que essas situações de risco não ocorram deve estar no topo da lista de preocupações dos instaladores.

 

Entenda um pouco mais sobre as proteções existentes em uma fonte:

  1. Proteção contra curto-circuito na saída: a fonte de alimentação ao ser submetida a um curto circuito deve obrigatoriamente parar de fornecer energia para as cargas nela ligadas. Esta proteção é muito importante para evitar um incêndio. Imagine um cabo rompido e suas pontas em curto, podendo gerar faíscas e/ou superaquecimento. É evidente o risco de incêndio!

 

  1. Proteção contra sobrecarga: essa proteção faz com que a fonte, ou nobreak, se desliguem ao serem submetidos a uma carga (potência) além de seus limites, de modo que não sejam danificados por esse uso incorreto (má utilização) ou acidental.

 

  1. Proteção contra transientes na rede elétrica: transientes na rede elétrica são distúrbios causados por uma descarga elétrica que pode se propagar pela rede e interferir em seu sistema CFTV ou até mesmo queimar grande parte de seus equipamentos. Essa proteção evita esses riscos.

 

  1. Proteção contra sobreaquecimento: a proteção térmica é necessária para todos os equipamentos eletrônicos a fim de que desliguem em casos extremos de aquecimento. Por exemplo, quando é aplicada uma carga de potência elevada no equipamento e o mesmo está em ambiente abafado, pode ocorrer um desligamento por temperatura além do limite de segurança, protegendo o equipamento de um risco de incêndio.

 

  1. Proteção contra ruídos na rede elétrica: os ruídos na rede são provenientes de interferências criadas na rede elétrica que se propagam e chegam até seu sistema CFTV. Caso sua fonte não tenha proteção e não impeça esse ruído de chegar até sua câmera, as imagens podem ter a qualidade afetada com chuviscos ou tremores.

 

  1. Isolação entrada/saída: garante maior segurança e proteção durante seu uso, pois com a dupla isolação não há risco de choque elétrico ao usuário.

 

  1. Materiais antichamas: o material de fabricação do equipamento não pode propagar a chama, sendo que em caso de curto-circuito ou falha na proteção de sobreaquecimento, a caixa plástica ou o cabo não devem inflamar.